ArabicChinese (Simplified)DutchEnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish

A irreconhecível Burberry e o rapper que veio do Texas: destaques da Semana da Moda de Paris

Vieram de longe e continuam a dar cartas ao leme de três poderosas marcas europeias. No final de mais uma semana da moda masculina, em Paris, destacamos os desfiles da Burberry, Louis Vuitton e Dior.

Numa nova ronda pelas propostas de moda masculina para o verão de 2022, Paris voltou a ser o culminar do calendário internacional. Durante seis dias, casas históricas como Christian Dior, Birberry, Hermès e Louis Vuitton desfilaram ao lado de criadores já consolidados — Isabel Marant, Dries Van Noten ou Thom Browne. No alinhamento de apresentações, que chegou ao fim no último domingo, houve espaço para a moda portuguesa. Ernest W. Baker, a marca de Reid Baker e Inês Amorim, voltou a picar o ponto em Paris e a chamar as atenções da imprensa internacional.

Destaque para os criativos ao leme dos grandes impérios de moda. De contextos tão diversos como Itália ou Estados Unidos, impõem a sua própria linguagem enquanto diretores criativos dão um cunho pessoal ao ADN de marcas há décadas implementadas no mercado. Acontece com a Burberry de Tisci, com a Vuitton de Virgil Abloh e com a Dior do britânico Kim Jones, que desta vez contou com um célebre braço direito, o rapper Travis Scott.

Burberry

Há três anos que Riccardo Tisci parece estar a dosear aqueles que são os seus traços e o seu estilo particular numa matriz repleta de história e elementos bandeira. Com uma herança que se entende por mais de um século e meio, a Burberry tem visto a sua silhueta, bem como os seus grande clássicos, reatualizada à luz das referências estéticas do criador italiano. Mas Tisci, que antes de aterrar na marca britânica deixou uma marca indelével na história da Givenchy, nunca tinha deixado que a sua própria linguagem falasse tão alto como na coleção apresentada na última semana. Com um deserto árido como cenário, o criador começou por propor desconstruções de peças tão emblemáticas como o trench e o carcoat, para depois de descolar quase por completo das referências do pronto-a-vestir britânico e mergulhar num registo mais underground e minimal, misturando influências do streetwear e do workwear.

Louis Vuitton

Já a marca deixada por Virgil Abloh na linha masculina da Louis Vuitton parece ser cada vez mais vincada. Nos últimos três anos, o norte-americano não adicionou apenas novas cores ao pronto-a-vestir desta maison centenária — existe hoje um novo léxico, onde a diversidade cultural e a inclusão de estéticas e subculturas foram substituindo uma silhueta enraizada na alfaiataria clássica. Tie-dye, motivos florais, color block, saias volumosas, tons néon e uma mescla de sportswear e streetwear. Um desfile que Abloh complementou com um curta-metragem de 16 minutos realizada por Mahfuz Sultan e onde voltou a cruzar as referências mais improváveis — do soul e do funk do final dos anos 60 ao kendo, uma arte marcial japonesa.

Christian Dior

Para a Dior de Kim Jones (outro forasteiro em Paris, desta vez vindo do Reino Unido), a última sexta-feira foi especial. Não só o criador conseguiu organizar o seu primeiro desfile com público desde que a pandemia despontou na Europa, como uniu esforços com Travis Scott para antecipar a próxima estação quente. O resultado foi um cruzamento dos arquivos Dior, aos quais o rapperde 29 anos acedeu no âmbito deste trabalho a quatro mãos, com uma inspiração claramente americana trazida para a equação por alguém que nasceu e cresceu em Houston, no Texas. O imaginário contaminou a coleção de Jones, a começar pela paleta, onde se destacaram os verdes e os rosas, numa base composta por tons terra, referência inequívoca à paisagem daquela região. A colaboração foi além da roupa. Camisas pintadas à mão pelo artista George Condo vão ser leiloadas para financiar um novo programa de bolsas criado por Travis Scott, com o objetivo de proporcionar a jovens estudantes nos Estados Unidos o acesso a formação na Parsons School of Design, em Nova Iorque.

Sign up for our Newsletter

Click edit button to change this text. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit

Abrir
Posso ajudar?
Olá.
Como posso ajudar?